O Património Industrial do Vale do Ave
29 Novembro 2010

Destaque

ver destaque »
Mediateca: Conhecer para Valorizar!
29 Novembro 2010

Mediateca


ver destaque »

Seja o 1º a saber... subscreva!

Arcotêxteis

ArcotêxteisAnteriormente conhecida como Empresa Industrial de Santo Tirso, Lda foi fundada em 1923 e está implantada na margem direita do Rio Sanguinhedo, ao lado da ponte do Arco, da qual herda a designação. Foi edificada por 29 sócios capitalistas e comerciantes tirsenses e portuenses, com um capital social de 450 contos e dedicava-se à indústria de tecidos e à serração de madeiras no interior dos muros de uma quinta antiga, onde ainda funcionava um moinho de cereal junto ao rio. A experiência no ramo das madeiras termina pouco tempo depois do início da actividade começando a dedicar-se exclusivamente à actividade têxtil, alargando a produção ao sector da fiação destinado ao mercado interno e às colónias.

Nos anos 30 a empresa assiste a um forte crescimento dos negócios impulsionado pela Guerra Civil Espanhola que se vai traduzir no alargamento das instalações fabris e no início da produção do fio fioco. Em 1938, João Santos Ferreira introduz o sistema de assistência social (cantina, loja de víveres, padaria, um abrigo para os filhos dos operários, posto médico, creche e uma exploração agrícola que incorporava o velho moinho), que mais tarde foram reorganizados, dando origem a um edifício construído de raiz situado de fronte das instalações da fábrica, acrescentando novos serviços de raio X, ultravioletas entre outros, destinados a complementar o apoio social e a reforçar a assistência médica aos trabalhadores.

Nos anos 50, a empresa começa a exportar para os EUA, seguindo-se a Inglaterra e os Países da EFTA, e em 1988 altera a sua designação. Com o passar do tempo, a actual Arcotêxteis conseguiu alargar o seu mercado e volume de exportação, aumentando, consequentemente, o espaço fabril e modernizando a maquinaria e os processos produtivos, tornando-se numa estrutura cada vez mais verticalizada. Nos anos mais recentes a empresa alarga a área de produção, cria a Central de Coogeração, remodela a tinturaria, cria um espaço dedicado à investigação e inovação e concentra naquele espaço os escritórios e a administração. Os seus produtos são reconhecidos pela elevada qualidade, constante inovação e padrões que procuram ditar e seguir as tendências da moda. Assim sendo, é um exemplo da utilização da “Energia” nas suas diferentes vertentes, conseguindo adaptar-se às mudanças e novas exigências económicas. À sua pertinência histórica e económica, alia a inovação, a preocupação ambiental, a exportação e políticas internas de visitas organizadas de forma rápida e eficaz.

Apoios

Todos os direitos reservados © 2010 ADRAVE